Fuçar

quarta-feira, 9 de maio de 2007

O significado de não significar ou Os corpos que falam.


As vezes (quase sempre) buscamos significados para as menores coisas. Coisas como, por exemplo, viver. Isso, pra mim viver não é uma grande coisa não, mas uma grande coisa é o que você faz da sua vida, independente de coisas pequenas ou grandes. Como disse as vezes a grandeza está em se fazer algo pequenino.

Procuramos explicar coisas que na verdade não precisam de explicação ou razão alguma de serem ou estarem, mas apenas são/estão. São, na verdade, necessárias. Isso sim precisa ser dito e explicado.

Os sentimentos não tem razão de serem mas sim a necessidade.

Procure explicar um espetáculo de dança em palavras. INEXPLICÁVEL.

Ontem fui a um espetáculo de dança, que digo a vocês foi o responsável pelo post de hoje. Fiquei perplexo, embasbacado, mudo, idiota, com cara de tacho. Pois é, tinha horas que parecia que os corpos iam começar a dizer palavras como se as pernas e braços fossem bocas gigantes e libertas.

Por um tempo tentei compreender o que queriam dizer todos aqueles movimentos bruscos e suaves, fortes e doces. Mas de repente, cansado de tentar decifrar a linguagem dos corpos no palco, desisti. Pensei, chega de tentar entender, já me basta saber que eles falam (os corpos). Nunca na minha vida, imaginava que os corpos pudessem falar tanto quanto bocas, e bocas que falam muito.

No final do esétáculo compreendi a real razão da dança. E era que não havia razão alguma. A interpretação fica a critério do espectador embasbacado. Interprete do jeito que quiser e de preferência não interprete nada, aprecie! Aprecie a liberdade dos movimentos, a leveza do ser no espaço mágico do palco. Mas assista de coração aberto. E um conselho, desista, desista de entender. Desista de tentar decifrar e se de o prazer de ao menos uma vez na vida ouvir os corpos falantes com os ouvidos da alma.



2 comentários:

Bárbara disse...

Aeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee...!!!

Tá falando minha língua Babe..

Piração.
Vai virar dançarino também? Heim?

Você pode tentar Fap comigo...
Eeeee...aha uhu..

Não tenho nem palavras pra dizer o quão satisfeita fiquei com esse comentário..
E olha que nem era que tava Dançando (claro né?! Tá bem longe d meu chão "ainda")...
É exatamente esse sentimento que os dançarinos esperam de seus espectadores..
" A cara de tacho.."o que pra eles resulta em um sentimento simples de "cansaço e glória"

É perfeito...os movimentos perfeitos.Agente fica perplexo sem saber como é possível que uma massa tão frágile ao mesmo tempo tão grotesca possa se esborrachar no chão com tanta leveza!
Aiai...eu vou chorar desse jeito!!!

O interessante é que do mesmo jeito que você fica tentando entender o que eles querem dizer...fica também tentado observar cada um, cada passo...mas dai percebe que é impossível!!!

Lindo!
Nada mais.

Ozma disse...

(^^)//