Fuçar

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Sobre mulheres e cães





Do cachorro me faz falta o pêlo duro, da mulher o macio cabelo escuro.


Na cozinha ela me dava um cheiro, enquanto o cachorro estragava todo o canteiro.


Nos olhos do dog era pura alegria, nos da mulher uma alegre melancolia.


Os dois com o mesmo brilho de criança no olhar.


Ela mal humorada e ele um picareta de presa afiada. 


Sinto muita falta da cavalgada noturna em volta da casa, enquanto do quarto ela gritava: PÁRAAAA!!!


Ele nunca à obedeceu, seu chefe era eu. Não digo o mesmo dela, pois na casa do charmoso quem mandava era a donzela.


Faz falta a sujeira do cão pela casa, e a mulher com a vassoura na sala.


Sinto falta das pequenas lembranças. 


Substituídas pouco a pouco por gotas de esperança.


Esperança de um dia ficar com a mulher, com o cachorro e quem sabe as crianças.


FIM

3 comentários:

Rodrigo Tomé disse...

Muito autêntico, cara. Continue escrevendo sobre as coisas que conhece e provou na vida. É por aí.

Abraço!

ton_lore disse...

caraaaaa, muitooo bommm, de verdade! fantastico

Viviane disse...

Muito bom! Parabéns! =)